Buscar
  • Ju Varella

Descobrindo a pineal

Hoje eu gostaria de falar sobre a pineal. A pineal é uma glândula que se encontra no centro de nossa cabeça. Que nos permite acesso a todas as frequências.

É como se ela fosse, a antena parabólica, que existe dentro do nosso corpo humano. É através dessa glândula que conseguimos sintonizar com todas as frequências, de todas as consciências, existentes, na galáxia.

É através da glândula pineal, que essas frequêcias chegam e vão da nossa consciência.


A pineal também é aquela que cria as sensações e as emoções que nós sentimos quando saímos da mente.

A pineal que nos proporciona qualquer experiência, que aconteça fora do nosso corpo mental .

Essa glândula que existe no corpo de todos os seres, não somente dos seres humanos, tem uma função muito importante na consciência do planeta.

É ela que capta as frequências, é ela que intui. É ela que permite a leitura frequencial das consciências ao redor.

A pineal é a grande aliada do corpo humano. É ela que permite ao ser humano, a união, da matéria e do espirito.

É através dessa pequena glândula, que os seres humanos, possuem a possibilidade de se contatar com outras energias e consciências.

A pineal é como se fosse uma esfera luminescente, no centro de nossa cabeça, em rotação em luz, vibrando, e transmitido, a frequência mais alta de cada ser.

A pineal é uma glândula que todos os seres possuem. Porém que quase nenhum foi ensinado da importância dessa comunicação e da importância dessa glândula e das aptitudes da mesma.

Ao não obter esse conhecimento ancestral, principalmente os seres humanos, que estão vivendo no final da era da matéria, e negaram esses conhecimentos espirituais, deixando assim, com que a pineal fosse desconhecida por inúmeras centenas de anos.

A desimportância da pineal foi se dando conforme a importância da matéria foi tornand0-se maior.

Nesse momento planetário em que os digo que a frequência se esta alterando para a união da matéria e do espirito, conhecer, honrar e compreender a função da glândula pineal, é de extrema importância. Para que se possa fazer uso da mesma.

Pois é só compreender e integrar esse conhecimento, que podemos fazer dele, a utilização da glândula pineal, funcionando, no seu mais alto potencial.

Pois como os disse, todos os seres possuem o que chamamos de glândula pineal. Nem todos eles são conscientes. Pois o ser humano é o único animal racional desse poder.

Os animais possuem o conhecimento inato da utilização desse poder. Eles nunca perderam o contato do espiritual com a matéria.

Portanto, quando se fala da glândula pineal, além de termos muito o que aprender com todos os animais que nesse plano vivem, e dos seus contatos diretos e inatos, na mais alta e pura vibração, nós seres humanos, ainda, além de reconhecer a importância desse órgão que compõe a nossa cabeça, devemos compreender a importância de utilizá-lo.

A grande e maior importância que existe em compreender a pineal, como os disse, é a conexão que se faz com o mundo espiritual. E ao poder fazer essa conexão de maneira consciente, é o que nós, chamamos de consciência desperta.

É um momento em que se compreende a consciência humana que existe em cada um de nos. A importância de se compreender essa consciência e principalmente a importância de se comunicar com essa mesma consciência do outro lado do véu. Onde mais de 90 por cento das respostas, em que na terra não são visíveis, ficam extremamente claras, quando entram em contato com a energia da glândula pineal.

Talvez em algumas outras palavras, a energia da glândula pineal, é a que nos permite entrar em contato com a nossa essência e compreender quem somos, qual é a extensão da nossa energia do outro lado do véu. Compreendermos a profundeza de nossos seres em que somos muito mais e muito maiores do que o corpo físico que nos sustém.

A partir do momento me que essa compreensão é feita a nível celular, onde todas as consciências e as células do seu corpo compreendam a existência, a utilidade e a facilidade, que a glândula pineal proporciona, na vida terrestre, é quando compreenderão, o verdadeiro poder pessoal, para criar a própria realidade.

A glândula pineal é o nosso satélite de energias. É onde recebemos todas as frequências. Onde emitimos as nossas frequências. Aonde percebemos a nossa intuição. É o que capta as energias ao redor, a intuição, as percepções, os insights, aquele ‘ai que sensação que essa pessoa meu deu...’ essas energias elas são lidas pelas nossas glândulas pineais. Que funcionam em todos nós. Porém que não estão habituadas a serem usadas e então tendem a ficar um pouco atrofiadas.

Assim como um braço quebrado envolto em um gesso, depois de alguns meses esse braço já não tem mais a mesma força. E é exatamente isso que acontece com a pineal, passadas inúmeras gerações sem a utilização desta pequena glândula.

Ela ao passar dos anos, foi-se enrijecendo, como se fosse criando uma capa rígida, aonde essa energia e essa troca frequencial já não existe com tanta fluidez.

Porém o que quero passar pra vocês com esse texto, é que a partir do momento em que a consciência toma consciência e compreende que existe algo material que nos conecta com algo espiritual, isso nos permite que nos abramos para essa experiência, e que provemos, como isso funciona.

Pois como os digo sempre, o saber, liberta. E a glândula pineal é um grande passo para a compreensão que os digo em que a matéria não é nem um por cento do que acontece no nosso mundo. E é através da glândula pineal. É ela que nos proporciona a experiência de entender e compreender o mundo espiritual.

Portanto, simplesmente de saber dessa existência e dessa possibilidade, isso já abre portas, no campo energético de quem quer que seja lendo isso.

Pois saber sobre isso, o conhecimento, ele cria oportunidades.

Tudo o que se aprende, existe um porque e existe uma nova possibilidade de caminho.

Essa é a mensagem que eu deixo pra vocês hoje, para que vocês possam compreender, essa parte tão pequena, tão importante, tão especial, que existe dentro de cada um de nós.

Que nos possamos honrá-la, respeitá-la, amá-la e principalmente: utilizá-la. Em seu potencial máximo.

Eu amo vocês,

Que nos possamos nos comunicar o mais breve possível

©2020 por juvarella